"ESSA" OU "ESTA"?

Rss     Subscribe     Share     Tweet    


0 Points

avatar

nabc

Usuário Avançado

Posts: 547

Moderador

Lead

Sep 7 06 4:10 PM

Tags : :

Alô pessoal,

Será que alguém sabe me tirar essa dúvida crônica. Tenho enormes problemas com o uso dos pronomes ESSA ou ESTA, ESSE ou ESTE, NESTA ou NESSA e assim por diante. Quando devo usar um ou outro?

Abraços,
NABC

NABC

Quote    Reply   
avatar

zork

Usuário Master

Posts: 2,492 Usuário Fundador

#1 [url]

Sep 7 06 4:14 PM

USO DO ESSE X ESTE (19/12/2005)


Aldo Rebelo tem uma marca. Fala sem mexer um mús¨&*lo.
Mantém o tom igual. Parece uma linha reta – nada de altos e baixos. Há dias, sem alterar a voz ou a face,disse:
– Vamos votar o Orçamento esse ano.
Dias depois, esqueceu a promessa. Deixou para amanhã o que podia fazer hoje:
– Se não votarmos o Orçamento esse ano,votaremos em janeiro.
Não convenceu. O ceticismo não se deve a dúvidas sobre a seriedade do de*&$#@!&do alagoano. O buraco é mais embaixo. Deve-se ao pronome demonstrativo. O presidente da Câmara referia-se a 2005.
Para indicar tempo presente, o esse não tem vez. O lugar é do este: este mês (dezembro), esta semana (semana em ¨&*rso),este sé¨&*lo (21).Ora, Sua Excelência falava do ano em que estamos. Ele teria contado com a boa vontade das outras excelências se tivesse trocado uma letrinha na dissílaba:
– Vamos votar o orçamento este ano.
Moral da história: uma letra faz a diferença.Convence pessoas, conquista parceiros, aprova orçamentos. Não é pouco.



Vida Longa ao Fórum Concurseiros !

Quote    Reply   
avatar

zork

Usuário Master

Posts: 2,492 Usuário Fundador

#2 [url]

Sep 7 06 4:16 PM

Dicas de Português

AQUELE, AQUILO, ISSO...


--------------------------------------------------------------------------------

* Cristina Balerini

Caro leitor,

em nossa última coluna abordamos o uso do este (esta) e esse (essa), e conforme ficou combinado, nesta edição falaremos do uso dos pronomes aquele, tal, isto, isso e aquilo.

Aquele / aquela: usado quando a pessoa ou coisa está afastada de quem fala e de quem ouve. Exemplo: Por favor, traga-me aquele livro.
Também pode indicar um tempo já passado. Exemplo: Aquela semana foi de intenso calor.

Isto, isso e aquilo: só podem ser usados para coisas. Vale lembrar que, quando se referem a pessoas, tomam um sentido pejorativo.

Tal: usa-se normalmente para substituir esse ou aquele, ou ainda para dar um caráter indefinido ao substantivo que acompanha. Exemplos: tal (essa, aquela) pessoa, tal dia, tal hora.


Dúvidas

Tenho recebido várias dúvidas de leitores. A partir desta edição pro¨&*rarei esclarecê-las, na medida do possível e do espaço disponível.

Residir em ou residir a
O correto é residir em, não sendo aceito, em hipótese alguma, residir a. Portanto, Maria reside na Rua das Palmeiras // Maria reside em Florianópolis.


Dicas de grafia

Tenho observado, nos e-mails que recebo, que os leitores cometem, basicamente, os mesmos erros. Vamos aos mais comuns:

enteressado: (o correto é interessado)
proficional: (o correto é profissional )
vocêis: (o correto é vocês)
apressiação: (o correto é apreciação)
ancioso: (o correto é ansioso)


* Cristina Balerini é jornalista do Grupo Catho.



Vida Longa ao Fórum Concurseiros !

Quote    Reply   
avatar

zork

Usuário Master

Posts: 2,492 Usuário Fundador

#3 [url]

Sep 7 06 4:17 PM

Dicas de Português

ESTE OU ESSE?


--------------------------------------------------------------------------------

* Cristina Balerini

Quando o assunto é a língua portuguesa, eu concordo, dúvidas sempre existirão. Tenho recebido e-mails de vários leitores que, diante da construção de uma frase, não sabem se devem usar este ou esse. Vamos a uma explicação rápida e objetiva:

Este // esta:
Usado nos casos em que a pessoa ou coisa está próxima de quem fala. Exemplo: Esta estátua é minha; este homem é meu marido.

Também são usados quando nos referirmos a um lugar onde alguém está. Exemplos: Este hotel pertenceu à família de uma amiga; esta piscina precisa ser reformada.

Indicam, ainda, um período de tempo que ainda não terminou. Exemplos:
Este mês estaremos em Lisboa; esta semana começo em um novo emprego .

Pode-se usar o este ou esta para, numa oração, identificar o termo mais próximo. Exemplos: Joana e Cláudia estavam no mesmo avião; esta (Cláudia), porém, desceria em Havana.

Esse //essa:
Usado nos casos em que a pessoa ou coisa está afastada de quem fala. Exemplosreciso que você me empreste esse livro; ¨&*idado, essa cadeira está quebrada.

Esse ou essa pode ser usado para designar alguma coisa que já passou. Exemplo: Esse mês (que passou) foi o pior para o comércio.

Na próxima coluna trataremos do uso do aquele, tal, isto, isso e aquilo.


* Cristina Balerini é jornalista do Grupo Catho. Tel.: (11) 3177-0700, ramal 296.



Vida Longa ao Fórum Concurseiros !

Quote    Reply   
avatar

Ruiva Concurseira

Usuário

Posts: 311 Moderadora

#4 [url]

Sep 7 06 4:17 PM

"Esta" e "Nesta" se usa quando se quer referir a algum evento futuro. Ex.: Vou estudar muito nesta semana.

"Essa" e "Nessa", por analogia, do contrário: Estudei muito nessa semana que passou.

Além disso, quando o objeto está "longe" ou "perto" na oração. Ex.: Li os livros de Machado de Assis e Eça de Queiroz. Este foi o que mais gostei.

Tem também a questão da distância física: Pegue esta caneta para mim? ou Pegue essa (ou aquela) caneta para mim?

São os exemplos que lembrei agora.. se mais alguém puder colaborar.. ;)

Quote    Reply   
avatar

Ruiva Concurseira

Usuário

Posts: 311 Moderadora

#5 [url]

Sep 7 06 4:18 PM

zork wrote:
Dicas de Português

ESTE OU ESSE?


--------------------------------------------------------------------------------

* Cristina Balerini

Quando o assunto é a língua portuguesa, eu concordo, dúvidas sempre existirão. Tenho recebido e-mails de vários leitores que, diante da construção de uma frase, não sabem se devem usar este ou esse. Vamos a uma explicação rápida e objetiva:

Este // esta:
Usado nos casos em que a pessoa ou coisa está próxima de quem fala. Exemplo: Esta estátua é minha; este homem é meu marido.

Também são usados quando nos referirmos a um lugar onde alguém está. Exemplos: Este hotel pertenceu à família de uma amiga; esta piscina precisa ser reformada.

Indicam, ainda, um período de tempo que ainda não terminou. Exemplos:
Este mês estaremos em Lisboa; esta semana começo em um novo emprego .

Pode-se usar o este ou esta para, numa oração, identificar o termo mais próximo. Exemplos: Joana e Cláudia estavam no mesmo avião; esta (Cláudia), porém, desceria em Havana.

Esse //essa:
Usado nos casos em que a pessoa ou coisa está afastada de quem fala. Exemplosreciso que você me empreste esse livro; ¨&*idado, essa cadeira está quebrada.

Esse ou essa pode ser usado para designar alguma coisa que já passou. Exemplo: Esse mês (que passou) foi o pior para o comércio.

Na próxima coluna trataremos do uso do aquele, tal, isto, isso e aquilo.


* Cristina Balerini é jornalista do Grupo Catho. Tel.: (11) 3177-0700, ramal 296.


http://www.catho.com.br/jcs/inputer_view.phtml?id=6980


zork trouxe uma aula! Valeu!

Quote    Reply   
avatar

zork

Usuário Master

Posts: 2,492 Usuário Fundador

#6 [url]

Sep 7 06 4:20 PM

Esse e este, isto e isso

--------------------------------------------------------------------------------

Esse e este são pronomes demonstrativos, isto é, que indicam o lugar, a identidade ou a posição de coisas ou seres, em relação a quem fala. Ficou confuso? Veja os exemplos:


Eu quero este sorvete aqui (usando "este", você está dizendo que o sorvete que quer é o que está mais perto de você).
Carlos disse: "Carlota quer esse sorvete mais verdinho" (o fato de Carlos usar o pronome "esse" indica que o sorvete que a Carlota quer está mais afastado de Carlos, ou mais perto de Carlota).

Com "isto" e "isso", acontece a mesma coisa:


Mariana diz: "Isto é da minha gata" (seja lá o que "isto" for, está bem perto de Mariana).
Tadeu pergunta: "Isso aí é do seu iguana?" (o uso do "isso" indica que a coisa está um pouco longe de Tadeu).



Vida Longa ao Fórum Concurseiros !

Quote    Reply   
avatar

zork

Usuário Master

Posts: 2,492 Usuário Fundador

#7 [url]

Sep 7 06 4:22 PM

COLOCAÇÃO PRONOMINAL
--------------------------------------------------------------------------------
1. EMPREGO DE "EU e TU" / "TI e MIM"
2. COLOCAÇÃO DOS PRONOMES OBLÍQUOS ÁTONOS (ÊNCLISE, PRÓCLISE, MESÓCLISE)

3. EMPREGO DO PRONOME ÁTONO EM LOCUÇÕES VERBAIS PERFEITAS E EM TEMPOS COMPOSTOS

4. TEMPOS COMPOSTOS

5. EMPREGO DOS PRONOMES ESTE/ESSE/AQUELE



--------------------------------------------------------------------------------

1. EMPREGO DE "EU e TU" / "TI e MIM".

Os pronomes "eu" e "tu" só podem figurar como sujeito de uma oração. Assim, não podem vir precedidos de preposição funcionando como complemento. Para exercer esta função, deve-se empregar as formas "mim" e "ti".

Exemplos:

Nunca houve brigas entre eu e ela. (errado)
Nunca houve brigas entre mim e ela. (certo)

Todas as dívidas entre eu e tu foram sanadas. (errado)
Todas as dívidas entre mim e ti foram sanadas. (certo)

Sem você e eu, aquela obra não acaba. (errado)
Sem você e mim, aquela obra não acaba. (certo)

A festa não será a mesma sem tu e elas. (errado)
A festa não será a mesma sem ti e elas. (certo)

Perante eu e vós, aquelas criaturas são bem mais infelizes. (errado)
Perante mim e vós, aquelas criaturas são bem mais infelizes. (certo)

Levantaram calúnias contra os alunos e eu. (errado)
Levantaram calúnias contra os alunos e mim. (certo)

Observação: Os pronomes "eu" e "tu", no entanto, podem aparecer como sujeito de um verbo no infinitivo, embora precedidos de preposição.

Exemplos:

Não vais sem eu mandar.
Dei o dinheiro para tu comprares o carro.
Esta regra é para eu não esquecer.



--------------------------------------------------------------------------------

2. COLOCAÇÃO DOS PRONOMES OBLÍQUOS ÁTONOS.

REGRAS PRÁTICAS PARA A COLOCAÇÃO DOS PRONOMES ÁTONOS:

Os pronomes átonos são geralmente empregados depois do verbo (ÊNCLISE), muitas vezes antes(PRÓCLISE) e, mais raramente, no meio (MESÓCLISE).


ÊNCLISE

As formas verbais do infinitivo impessoal (precedido ou não da preposição "a"), do gerúndio e do imperativo afirmativo pedem a ênclise pronominal.

Exemplos:

Urge obedecer-se às leis.
Obrigou-me a dizer-lhe tudo.
Bete pediu licença, afastando-se do grupo.
Aqueles livros raros? Compra-os imediatamente!

Observação: Se o gerúndio vier precedido da preposição "em", deve-se empregar a próclise.

Exemplo: "Nesta terra, em se plantando, tudo da."

Não se inicia um período pelo pronome átono nem a oração principal precedida de pausa, assim como as orações coordenadas assindéticas, isto é, sem conjunções.

Exemplos:

Me contaram sua aventura em Salvador. (errado)
Contaram-me sua aventura em Salvador. (certo)

Permanecendo aqui, se corre o risco de ser assaltado. (errado)
Permanecendo aqui, corre-se o risco de ser assaltado. (certo)

Segui-o pela rua, o chamei, lhe pedi que parasse. (errado)
Segui-o pela rua, chamei-o, pedi-lhe que parasse. (certo)

Observação: A ênclise não pode ser empregada com verbos no futuro e no particípio passado.


PRÓCLISE

Deve-se colocar o pronome átono antes do verbo, quando antes dele houver uma palavra pertencente a um dos seguintes grupos:

A) palavras ou expressões negativas;

Exemplos:

Não me deixe sozinho esta noite!
Nunca se re¨&*se ajudar a quem precise.
Nem nos conte porque você fez isso.
Nenhum deles me prestou a informação correta.
Ninguém lhe deve nada.
De modo algum (Em hipótese alguma) nos esqueceremos disso.


B) pronomes relativos;

Exemplos:

O livro que me emprestaste é muito bom.
Este é o senhor de quem lhe contei a vida.
Esta é a casa da qual vos falei.
O ministro, ¨&*jo filho lhe causou tantos problemas, está aqui.
Aquela rua, onde me assaltaram, foi melhor iluminada.
Pagarei hoje tudo quanto lhe devo.


C) pronomes indefinidos;

Exemplos:

Alguém me disse que você vai viajar.
Quem lhe disse essas bobagens?
Dos vários candidatos entrevistados, alguns (diversos) nos
pareceram bastante inteligentes.
Entre os dez pares de sapato, qualquer um me serve para ir a
festa no sábado.
Quem quer que me traga uma flor, conquistará meu coração.


D) conjunções subordinativas;

Exemplos:

Deixarei você sair, quando me disser a verdade.
Posso ajudar-te na obra, se me levares contigo.
Faça todo esse trabalho, como lhe ensinei.
Entramos no palácio, porque nos deram permissão.
Fiquem em nossa casa, enquanto vos pareça agradável.
Continuo a gostar de ti, embora me magoasse muito.
Confiei neles, logo que os conheci.


E) advérbios;

Exemplos:

Talvez nos seja fácil fazer esta tarefa.
Ontem os vi no cinema.
Aqui me agrada estar todos os dias.
Agora vos contarei um conto de fadas.
Pouco a pouco te revelarei o mistério.
De vez em quando me pego falando sozinho.
De súbito nos assustamos com os tiros.


Observação: O pronome átono pode ser colocado antes ou depois do infinitivo impessoal, se antecedendo o infinitivo vier uma das palavras ou expressões mencionadas acima.

Exemplos:

"Tudo faço para não a perturbar naqueles dias difíceis";
ou "Tudo faço para não perturbá-la..."


MESÓCLISE

Emprega-se o pronome átono no meio da forma verbal, quando esta estiver no futuro simples do presente ou no futuro simples do pretérito do indicativo.

Exemplos:

Chamar-te-ei, quando ele chegar.
Se houver tempo, contar-vos-emos nossa aventura.
Dar-te-ia essas informações, se soubesse.


Observação: Se antes dessas formas verbais houver uma palavra ou expressão que provocam a próclise, não se empregará, conseqüentemente, o pronome átono na posição mesoclítica.

Exemplos:

Nada lhe direi sobre este assunto.
Livrar-te-ei dessas tarefas, porque te daria muito trabalho.



--------------------------------------------------------------------------------

3. EMPREGO DO PRONOME ÁTONO EM LOCUÇÕES VERBAIS PERFEITAS E EM TEMPOS COMPOSTOS.

São lo¨&*ções verbais perfeitas aquelas formadas de um verbo auxiliar modal (QUERER, DEVER, SABER, PODER, ou TER DE, HAVER DE), seguido de um verbo principal no infinitivo impessoal. Neste caso, o pronome átono pode ser colocado antes ou depois do primeiro verbo, ou ainda depois do infinitivo.

Exemplos:

Nós lhe devemos dizer a verdade.
Nós devemos lhe dizer a verdade.
Nós devemos dizer-lhe a verdade.

Observação: No entanto, se no caso acima mencionado as lo¨&*ções verbais vierem precedidas de palavra ou expressão que exija a próclise, só duas posições serão possíveis para empregar-se o pronome átono: antes do auxiliar ou depois do infinitivo.

Exemplos:

Não lhe devemos dizer a verdade.
Não devemos dizer-lhe a verdade.



--------------------------------------------------------------------------------

4. TEMPOS COMPOSTOS.

Nos tempos compostos, formados de um verbo auxiliar (TER ou HAVER) mais um verbo principal no particípio, o pronome átono se liga ao verbo auxiliar, nunca ao particípio.

Exemplos:

Tinha-me envolvido sem querer com aquela garota.
Nós nos havíamos assustado com o trovão.
O advogado não lhe tinha dito a verdade.


Observação: Quando houver qualquer fator de próclise, esta será a única posição possível do pronome átono na frase, ou seja, antes do verbo auxiliar.



--------------------------------------------------------------------------------

5. EMPREGO DOS PRONOMES ESTE/ESSE/AQUELE.

Os pronomes "este, esta, isto" devem ser empregados referindo-se ao âmbito da pessoa que fala (1ª pessoa do singular e do plural - eu e nós), e quando se quer indicar o que se vai dizer logo em seguida (referência ao "tempo presente). Relacionam-se com o advérbio "aqui" e com os pronomes possessivos "meu, minha, nosso, nossa".

Exemplos:

Este meu carro só me dá problemas.
Esta casa é nossa há dez anos.
Isto aqui são as minhas encomendas.
Ainda me soam aos ouvidos estas palavras do Divino Mestre:
"Amai ao próximo como a vós mesmos."
Espero que por estas linhas... (no começo de uma carta, por exemplo)
Neste momento, está chovendo no Rio de Janeiro. (= agora)
Ele deve entregar a proposta nesta semana. (= na semana em que estamos)
Não haverá futebol neste domingo. (= hoje)
O pagamento deverá ser feito neste mês. (= mês em que estamos)


Empregam-se os pronomes "esse, essa, isso", com relação ao âmbito da pessoa com quem se fala (2ª do singular e do plural - tu e vós; e também com "você, vocês); e quando se quer indicar o que se acabou imediatamente de dizer (referência ao "tempo passado"). Relacionam-se com o advérbio "aí" e com os pronomes possessivos "teu, tua, vosso, vossa, seu, sua (igual a "de você").

Exemplos:

Essa sua blusa não lhe fica bem.
Quem jogou esse lixo aí na tua calçada?
Isso aí que você está fazendo tem futuro?
Esses vossos planos não darão certo.
Esses exemplos devem ser bem fixados.
Despeço-me, desejando que essas palavras... (no final de uma carta)
Tudo ia bem com Rubinho até a 57ª volta; nesse momento, acabou
o combustível.
Ele pouco se dedicava ao trabalho, por isso foi dispensado.


Os pronomes "aquele, aquela, aquilo" devem ser empregados com referência ao que está no âmbito da pessoa ou da coisa de quem ou de que se fala (3ª pessoa do singular e do plural - ele, ela, eles, elas). Relacionam-se com o advérbio "lá" e com os possessivos "seu, sua ( igual a "dele, dela").

Exemplos:

Aquele carro, lá no estacionamento, é do professor Paulo.
Aquela garota bonita é da sua turma?
Eu disse ao diretor aquilo que me mandaste dizer.


Observação: Numa enumeração, empregamos os pronomes "este, esta, isto" para nos referir ao elemento mais próximo, e "aquele, aquela, aquilo" para os anteriores.

Exemplo: Em 96, adquiri duas coisas muito importantes para mim: uma casa e um com*&$#@!&dor. Este no início do ano e aquela no fim.


Guarde duas dicas ao se referir à situação dos pronomes "esse" e "este" em um texto:

- "esse" indica "passado", e ambas as palavras se escrevem com dois ss.

- "este" indica "futuro"; em ambos os termos temos a presença do t.




--------------------------------------------------------------------------------

DICAS

COM A GENTE / CONOSCO / COM NÓS

A expressão "com a gente" é típica da linguagem coloquial brasileira. Só pode ser usada em textos informais.

Exemplos:

A outra turma vai se reunir com a gente às 10h.
A sua irmã vai com a gente ao clube hoje.

Em textos formais, que exijam uma linguagem mais ¨&*idada, devemos usar a forma "conosco".

Exemplos:

Os pais dos alunos querem uma reunião conosco.
Os diretores irão conosco ver o prefeito.

Devemos usar "com nós" antes de algumas palavras:

_ Antes de "todos, mesmos, dois" - "O presidente deixou a decisão com nós todos." "O presidente deixou a decisão com nós mesmos." "O presidente deixou a decisão com nós dois."



Vida Longa ao Fórum Concurseiros !

Quote    Reply   
avatar

zork

Usuário Master

Posts: 2,492 Usuário Fundador

#8 [url]

Sep 7 06 4:31 PM

Encontrei alguns artigos. Quando alguém tiver mais alguma dúvida, coloque aqui.

Abraços,

Zork.


Vida Longa ao Fórum Concurseiros !

Quote    Reply   
avatar

nabc

Usuário Avançado

Posts: 547 Moderador

#10 [url]

Sep 7 06 6:08 PM

Valeu Zork!! Valeu Ruiva!! Vcs me deram uma aula. Agora já sei com quem tirar minhas dúvidas de Português... rsrs... ;))

Aquele abraço,
NABC

NABC

Quote    Reply   
Add Reply

Quick Reply

bbcode help